Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

De passo a passo segue meu coração

Mais um dia de trabalho acabava para mim. O corpo latejava, embora não mais que a mente. E eu caminhava, olhando menos os meus e muito mais os passos alheios. Um sinal verde, pessoas à espera de um vermelho para caminhar. Movimentos repetitivos. Todos nós sabíamos o que devíamos fazer! Chegaríamos todos em casa, jogaríamos nossas coisas sobre a cama e, logo em seguida, um banho lavaria o que dava para ser salvo. Uma pena não ser sempre assim? Digo avidamente que sim e não. Do tanto que já nos tiraram e ainda o fazem, uma teimosia vai perdurar em mim, como que óleo grudado ao corpo: o vício de ver/viver o outro. ... Uma longa espera e eis que meu ônibus chegava. Como de costume, percebia os olhares perdidos, cansados, apaixonados, irritados, idiotas... Percebia também o que não dava pra deixar passar, a chuva. Esta, ruivava lá fora e punha medo aos que precisavam manter um cabelo bonito, uma roupa nova ou mesmo o corpo longe de um belo resfriado. O fato é que a tal chuva, propositalm…