O convite do dia que vai ser



Na distância do seu, sou eu e também ela


Dormes na bebida dos gregos 


Do teu sexo, ousadia e desatino 


Teus olhos rasgam com vigor a linha da minha racionalidade


És brutalidade seca 


Da dúvida, a dívida


Sou a ponderação de um riso rasgado 


Tu, o gozo infinito de uma felicidade desgarrada




Mas, do lado do acaso,



o choque

s
a
c
o
d
e


assim sou eu 
 & tu.



Por Natália Freitas













Comentários

  1. é legal assim, sexta-feira, dia de blogar!

    vou comentar demais não que eu to me sentindo um tanto incapaz =p

    ResponderExcluir
  2. aaaaaaaai meu deus! como escreve munito essa "pigmeu"!!! gostotanto!

    ResponderExcluir
  3. São os ventos do amor soprando em Aracaju...o convite já foi aceito meu bem...como és !!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Obedeça

Los treinta y seis colores de una vida

Em relevo